O Centro



Francisco de Paula Ortiz nasceu em 1829 em São Paulo, e mudou-se para Paraibuna com os pais por causa do alto custo de vida da capital paulista. Para ajudar nas despesas da casa, o jovem Francisco começou a trabalhar como tropeiro, ferrador de animais e seleiro. Mudou-se para Santa Branca, onde tornou-se mestre-escola, e mais adiante veio para Jacareí, onde ocupou o cargo de escrivão e depois de coletor federal. Recebeu a patente de coronel da extinta Guarda Nacional. Aos 22 anos casou-se com Claudiana Francisca da Piedade e deste matrimônio nasceram oito filhos. Ficou viúvo e casou-se pela segunda vez com Gertrudes Gaspar. 

Conhecedor de homeopatia, Ortiz usava de seus conhecimentos para aliviar os sofrimentos de quem o procurasse. O chamado “Pai dos Pobres” abraçou a doutrina dos espíritos graças a amizade que mantinha com o jacareiense Henrique Macedo. A sua banseira era “Fora da caridade não há salvação”.

Unido aos recursos espíritas distribuía carinho, palavras de conforto espiritual, gêneros de primeira necessidade.

Ortiz foi motivado a fundar o primeiro centro espírita de Jacareí, o CE “Amor e Caridade”, do qual foi presidente até sua morte. Ele faleceu aos 84 anos em 18 de março de 1914.

Sete anos depois, um grupo de amigos fundou em Jacareí o Centro Espírita “Paula Ortiz” em sua homenagem. 

O Estabelecimento fica na, Rua Olimpio Catão,179 - Centro - Jacareí - SP.

0 comentários:

Postar um comentário